O ÚLTIMO SHOW DE ZIGGY STARDUST AND THE SPIDERS FROM MARS

"Este não é apenas o último show da turnê, mas é o último show que faremos. Obrigado".

Foi assim, no dia 3 de julho de 1973, que David Bowie anunciou o que todos pensaram ser a última apresentação de sua carreira.

Mas o Camaleão se referia ao personagem Ziggy Stardust, acompanhado pela banda Spiders from Mars.

Abaixo, a íntegra do tal show, que nunca mais aconteceu. De quebra, um documentário sobre o alienígena, produzido em 2012.





OS 29 ANOS DO FILME “DE VOLTA PARA O FUTURO”

No dia 3 de julho de 1985, o mundo conheceu o primeiro episódio da trilogia de De Volta Para o Futuro, escrita e dirigida por por Robert Zemeckis (com ajuda de Bob Gale no roteiro, além da produção assinada por Steven Spielberg).

Protagonizada por Michael J. Fox e Christopher Lloyd, a história do jovem Marty McFly se tornou não apenas um clássico do cinema, mas sim um dos grandes momentos da cultura pop na telona.

Foram mais de US$ 380 milhões em bilheteria e inúmeras indicações aos mais variados prêmios, que garantiram o produção das sequências lançadas em 1989 e 1990.

Em 1998, Michael J. Fox revelou que sofria de Mal de Parkinson (sendo diagnosticado como portador da doença em 1991), o que dificultou os planos do sonhado quarto episódio da franquia.

Em todo caso, assista ao filme completo aqui e ouça “The Power of Love”, de Huey Lewis and the News, logo abaixo.



SKATE, SOMBRAS, FILOSOFIA E NICK CAVE

Produzido por Joe Pease, o vídeo a seguir acompanha a sombra de um skatista embalada pela música de Nick Cave e Warren Ellis.

Como se não bastasse a poesia acoplada à trilha sonora, o título do audiovisual (Peter Brings the Shadow to Life) ainda foi inspirado pelo ensaio Shades of a Shadow – Symbolism in J.M. Barrie’s Peter Pan, de Elizabeth C.

Skate, sombras, filosofia e Nick Cave, juntos, merecem toda a atenção desse mundo (leia o ensaio completo, em inglês, aqui).

"Não é incomum para as crianças brincarem com as suas sombras ou imaginar que elas são tangíveis. No entanto, a fim de crescerem, as crianças devem deixar para trás essa fantasia… ninguém ‘cresce’ totalmente. Em vez disso, crescer é um processo contínuo ao longo da vida". - tradução de Fernanda Gomes.

"PLASTIC", A FAIXA INÉDITA APRESENTADA PELO NEW ORDER, ONTEM, EM CHICAGO

Na noite de ontem (1), o New Order, abriu a mini turnê pelos Estados Unidos com a inédita “Plastic”, apresentada no Aragon Ballroom, em Chicago.

É a segunda faixa revelada por Bernard Sumner e e companhia desde o álbum Waiting for the Sirens’ Call, de 2005 (e a saída do baixista Peter Hook, em 2007).

No início do ano, a banda havia executado “Singularity” pela primeira vez ao vivo na América do Sul (passando pelo Brasil, inclusive).

Por aqui, ficamos com “Plastic”.



HÁ NOVE ANOS: A ÚLTIMA REUNIÃO DO PINK FLOYD, NO PALCO DO LIVE 8

No dia 2 de julho de 2005, Roger Waters, David Gilmour, Richard Wright e Nick Mason se reuniram para aquela que seria a última apresentação do Pink Floyd.

O setlist foi curto, é verdade (com apenas quatro músicas), mas entrou para a história como o primeiro show do velho quarteto após desde 1981.

Três anos depois, a morte do tecladista Richard Wright colocaria um ponto final em qualquer possibilidade de retorno do grupo (em 2011, Gilmour e Mason ainda fariam uma participação especial no show de Roger Waters na O2, em Londres, mas parou por aí).

O line-up do Live 8 (evento organizado por Bob Geldof para relembrar os vinte anos do Live Aid e pressionar o 31º encontro do G8) ainda contou com nomes como U2, Paul McCartney, Stevie Wonder, R.E.M., The Who, entre muitos outros.

Abaixo, as quatro faixas apresentadas pelo Pink Floyd em Londres, Inglaterra.



QUANDO NEIL YOUNG SALVOU O SHOW DO PEARL JAM EM SÃO FRANCISCO, CALIFÓRNIA

No dia 24 de junho de 1995, o Pearl Jam se apresentou no Polo Fields do Golden Gate Park, em São Francisco, Califórnia. Tudo correu bem até a sétima música, quando o vocalista Eddie Vedder, sentindo fortes dores estomacais, jogou a toalha e abandonou o palco.

Para dar continuidade ao show, a banda recrutou Neil Young, que não tinha muitas opções a não ser tocar algumas faixas do álbum Mirror Ball, que seria lançado no dia 27 do mesmo mês (para quem não sabe, o velho canadense contou com o Pearl Jam como banda de apoio nesse álbum que, por motivos burocráticos, não pôde ser creditado como Neil Young & Pearl Jam).

Entre as faixas inéditas (muitas foram apresentadas ao vivo pela primeira vez) não faltaram clássicos como “Rockin’ In The Free World”, “Hey Hey, My My (Into The Black)”, “Cortez The Killer”, entre outros que não foram muito bem recebidos pelo público.

Uma pena. Poderia ter sido um dos melhores shows improvisados de todos os tempos.

Abaixo, o áudio completo do show. Enjoy.



01. Last Exit
02. Spin The Black Circle
03. Go
04. Animal
05. Tremor Christ
06. Corduroy
07. Not For You
08. Eddie talking, Neil intro
09. Big Green Country
10. Act Of Love
11. Throw Your Hatred Down
12. Powderfinger
13. Truth Be Known
14. Rockin’ In The Free World
15. The Needle and the Damage Done
16. Hey Hey, My My
17. I’m The Ocean
18. Down By The River
19. Downtown
20. Cortez the Killer
21. PA Announcement, Jeff talking
22. Peace And Love
23. Rockin’ In The Free World

OS 35 ANOS DO WALKMAN

Hoje esse aparelhinho completa 35 anos de história. Você se lembra do seu primeiro Walkman? Foi no dia 1 de julho de 1979 que Akio Morita e a Sony lançaram o primeiro leitor de cassetes portátil no Japão. Mas foi no Reino Unido que a invenção começou a ser aprimorada, ganhando estereofonia e duas entradas para mini fones.

Em 1984, o jornalismo se torna um dos beneficiados com o modelo Professional WM-D6C, com suas gravações em alta qualidade, bastante próximas dos aparelhos não portáteis. Claro que músicos e ouvintes de rádio FM também gostaram da ideia (Henry Rollins chegou a gravar um disco usando somente um Walkman Pro).

Também foi em 1984 que o primeiro tocador de CD portátil foi lançado. O nome dele? Discman.

Ao longo de 30 anos, os walkmans foram líderes de mercado vendendo mais de 385 milhões de unidades, indo da fita cassete ao CD. Empresas concorrentes como Toshiba, Aiwa e Panasonic também entraram na briga, lançando modelos com os mais variados recursos tecnológicos.

Isso até a chegada da Apple e seus iPods modernosos, que também merecem um capítulo à parte na história.

Se você ainda tem aquele aparelho que te acompanhava no caminho durante as aulas do colégio, guarde-o com carinho. Em outubro de 2010 a Sony anunciou o encerramento das fabricações do Walkman.

Para finalizar, fiquem com uma pequena reportagem sobre a história do Walkman. É isso.